Mulher agredida no RJ deixa de fazer corpo delito por motivo revoltante — Capricho.

Na última quinta-feira, 28, Elaine Caparróz, de 55 anos, que foi agredida durante quatro horas no primeiro encontro por Vinícius Serra, de 27, não conseguiu realizar os exames de corpo delito no Instituto Médico Legal da zona norte do Rio de Janeiro porque, simplesmente, nenhum equipamento estava funcionando. –ReproduçãoA sorte, se é que podemos…

via Mulher agredida no RJ deixa de fazer corpo delito por motivo revoltante — Capricho

Anúncios