Reciclagem: o que a Natura faz por um mundo com menos lixo.

Conheça nosso programa elos e como queremos garantir a reciclagem de 50% de nossas embalagens.

Por ano, descartamos o equivalente a 205 estádios de futebol de resíduos sólidos (78,3 milhões de toneladas). Ao jogarmos o lixo fora, o problema se encerra, certo? Errado. Quando se trata do planeta, não existe o fora, tudo fica aqui dentro. Mais de 90% dos resíduos urbanos coletados estão dispostos no solo, sem aproveitamento nenhum. A cada minuto, quase 1 milhão de garrafas plásticas são vendidas nos cinco continentes, sendo grande parte delas usada somente uma vez; 90% das aves marinhas ingeriram plástico pelo menos uma vez na vida; até 2050, haverá mais plástico nos oceanos do que peixe. No Brasil, apenas 3% do lixo é reciclado.

Para mudar esse cenário desolador, a responsabilidade tem de ser compartilhada. Você, consumidor, pode, por exemplo, começar a separar o lixo orgânico e o lixo reciclável na sua casa. E o que uma marca de beleza pode fazer? Garantimos que 33% do equivalente aos resíduos das nossas embalagens vá para reciclagem. Queremos chegar em 50% até 2020. Uma de nossas ações para alcançar esse objetivo é o Programa Elos.

Cadeia de reciclagem

O Programa Natura Elos configura a responsabilidade compartilhada entre nós e nossos fornecedores de embalagens, como cooperativas, recicladores e fabricantes. Desde 2017, a empresa colabora para garantir a rastreabilidade, a homologação e a logística reversa em todos os seus fornecedores de materiais reciclados. Para decidirmos por um fornecedor de material reciclado, queremos saber quem coletou os resíduos e em que condições (no Brasil, são mais de 1 milhão de catadores de materiais recicláveis) e quem os transformou em matéria-prima reciclada, tudo documentado com notas fiscais e certificados.

Mas o programa não consiste apenas em exigir transparência. Colaboramos com a transferência de conhecimento técnico e instrumental para que todos os elos da cadeia se profissionalizem.

Buscamos influenciar para que a cadeia seja do jeito que a gente acredita”, afirma Sergio Talocchi, nosso gerente de meio ambiente.

Impacto positivo

O fortalecimento do mercado de reciclagem também é necessário para que alcancemos outra meta até 2020: utilizar, no mínimo, 74% de material reciclável na massa total de embalagens. Algumas de nossas linhas vão mais além. Desde 2016, as embalagens dos produtos Ekos são feitas de PET 100% reciclado. Desde 1983, oferecemos refis nas principais linhas do nosso portfólio – como Plant e Tododia –, que são, inclusive, produzidos com material de origem renovável.  Atualmente, são mais de 110 opções de produtos com refis. Com essa medida, economizamos, por ano, o equivalente ao lixo produzido por 3,5 milhões de pessoas em um único dia.

Todas essas ações são feitas porque entendemos que somos responsáveis por todo o ciclo de vida do produto comercializado, incluindo a fase pós-consumo, que ainda representa nosso maior desafio e também o de outras organizações do setor.

Em 2018, formalizamos nosso compromisso com o tema com a adesão ao New Plastics Economy, da Fundação Ellen MacArthur em parceria com a ONU Meio Ambiente. O compromisso global tem como objetivo erradicar o desperdício e a poluição por plásticos em sua origem a partir de princípios da economia circular para a cadeia do material. Juntas, as 250 organizações signatárias somam 20% de todas as embalagens plásticas produzidas no mundo.

Queremos gerar impactos sociais e ambientais positivos. Por isso valor e propósito devem permear todos os elos da nossa rede para a construção de um mundo mais bonito.

Anúncios